Ocupação do Colégio Paulo Freire segue; organização é o ponto forte

Nesta segunda-feira (12) alunos organizam ato

A mobilização dos estudantes do Colégio Municipal Paulo Freire, em Búzios, continua firme. Há dias os alunos estão ocupando a unidade escolar e dentro do prédio apresentam organização, fidelidade e determinação. Nesse último domingo (11), aconteceu o mutirão de. As etapas incluíram até mesmo o corte da grama. A escola permanece limpa e organizada, segundo os próprios ocupadores. “Esperamos que a Prefeitura de Búzios tenha aprendido com estudantes que a limpeza é um fator essencial para o bom funcionamento de uma escola, já que no primeiro dia letivo de 2018 entregou o local sem qualquer manutenção”, disse, em nota, a União Municipal dos Estudantes de Armação dos Búzios (UMEAB).

Foto: UMEAB
Foto: UMEAB
Foto: UMEAB
Foto: UMEAB

Após dias, de acordo com os alunos, de “luta”, as turmas e turnos do ensino médio municipal anteriormente fechados pela Prefeitura serão reabertas. Entretanto, eles garantem que “nossa luta por uma educação de qualidade não pode ser findada. Reivindicamos melhorias na infraestrutura das escolas da cidade, que ainda se encontram sucateadas, e o comprimento da gestão democrática, a qual nos permitirá eleger os nossos diretores, pondo fim ao clientelismo político ainda existente dentro dos nossos colégios” explicou a UMEAB.

Nesta segunda-feira (12), em frente ao Colégio Paulo Freire, acontece o ato em defesa da educação municipal, a partir das 17h..

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.