Cabo Frio: Justiça volta a bloquear recursos da Prefeitura

Decisão Judicial visa quitar dívidas antigas do município. A retenção dos valores é relacionada ao repasse de recursos do ICMS

O Governo do Estado bloqueou uma quantia de R$ 1,1 milhão que seria repassada para a prefeitura de Cabo Frio nesta semana. O montante faz parte de um total de R$ 18 milhões que a Justiça determinou que sejam impedidos de chegar às contas do Governo Municipal.

Desde o dia 28 de dezembro, foram retidos R$ 1,9 milhão. A decisão judicial visa quitar dívidas do município que são vindas de gestões anteriores. Segundo a Prefeitura, o atual governo está na busca de reverter a decisão, repactuar a dívida e conseguir a liberação dos recursos, para efetuar os pagamentos já programados com essa quantia.

Segundo o órgão, nesta quinta-feira (7), o prefeito José Bonifácio e o procurador-geral do Município, Vitor Martim, estarão no Tribunal de Justiça, no Rio de Janeiro, para tratar do assunto.

A decisão da Justiça determinou a retenção dos valores relacionados ao repasse constitucional do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que seria transferido do Governo do Estado para o Governo Municipal.

O prefeito José Bonifácio encaminhou à Câmara Municipal, nesta terça-feira (5), o Projeto de Lei que visa instituir o Fundo Municipal de Liquidação de Restos a Pagar. O objetivo é viabilizar o pagamento regular dos precatórios, de modo a interromper os bloqueios judiciais nas contas da administração pública municipal.

De acordo com a proposta, que ainda será avaliada pelos vereadores, o Fundo será composto por 30% do que for arrecadado com a dívida ativa municipal e estadual, entre outros recursos adicionais que a Lei Orçamentária estabelecer no decorrer de cada exercício.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al