Búzios: Tentativa de conter aglomeração termina em briga

Fiscalização da Postura em Búzios termina em briga com dono de estabelecimento

Uma ação de fiscalização da Postura durante o fim de semana terminou em uma briga entre os agentes da secretaria e proprietários de um restaurante do Centro de Búzios.

Na noite de sábado (20), fiscais realizavam uma operação que verificava o cumprimento dos decretos e medidas contra a disseminação do coronavírus, além da documentação dos estabelecimentos exigida. Em um dos restaurantes, foi constatado que o limite de 60% de ocupação não estava sendo cumprido, assim como a exigência da colocação do alvará de funcionamento em local visível.

Segundo a pasta, os agentes da Postura pediram para que os donos do negócio retirassem as mesas e cadeiras que excediam a capacidade limite permitida na cidade, e em resposta, os homens se recusaram, dano início à uma discussão verbal.

A Prensa questionou a Prefeitura quanto ao acontecimento. Em resposta, o órgão confirmou a situação de funcionamento do restaurante e relatou que com o recolhimento das mesas, o dono se exaltou.

Imagem: Redes Sociais | Reprodução

De acordo com a Prefeitura, todos os envolvidos foram para a delegacia (127° DP) e o dono se desculpou e pediu para não registrarem a ocorrência policial.

Sobre os relatos de que uma das partes teria sacado uma arma de fogo, o órgão informou que “o Secretário de Segurança pública é Policial Civil e teve que intervir na situação pelo descontrole do comerciante no restaurante”.

Decretos vigentes

Após cobranças da população, a Prefeitura divulgou o novo decreto de n° 1.589 no começo de março, estabelecendo mais restrições quanto à disseminação da Covid-19.

O novo documento teve o objetivo de redobrar os cuidados, monitorar e controlar o fluxo de circulação quanto a entrada e saída de pessoas nas principais vias de acesso ao município e impedir que o vírus se espalhe na localidade. O decreto não revogou o publicado no dia 26 de fevereiro de 2021, de n° 1.583.

Entre as diretrizes estabelecidas, está vedada a realização de festas, shows e eventos por 30 dias; os estabelecimentos comerciais só poderão funcionar até meia-noite e deverão operar com 60% (sessenta por cento) da sua lotação, janelas abertas, distanciar as mesas em, no mínimo, 1,5m (um metro e meio) e disponibilizar álcool em gel. Veículos de transporte coletivo e alternativo também devem obedecer a taxa de ocupação de 60% (sessenta por cento) de sua capacidade total.

Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno