Búzios sanciona lei que proíbe vendas de sacolas biodegradáveis em comércios

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Legislação entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022

Vender sacolas plásticas biodegradáveis em mercados, farmácias, sacolões e similares será proibido em Búzios a partir de 1º de janeiro de 2022.  A  Lei nº 1.693 foi sancionada pelo prefeito Alexandre Martins na quarta-feira (1º) e estabelece que o comércio disponibilize sacolas para transportar a mercadoria. Além disso, o estabelecimento também deverá disponibilizar equipamentos para transportar as compras até o estacionamento, caso seja incompatível com as sacolas usuais.

Caso o estabelecimento não cumprir a lei, poderá sofrer penalidade como advertência formal com o prazo máximo de 15 dias úteis para comércios de porte grande, e 30 dias úteis para de porte médio e pequeno. Caso tenha reincidência, o estabelecimento vai receber uma multa, de aproximadamente R$ 370, e suspensão parcial do alvará de funcionamento das atividades até a adequação da lei. A lei é de autoria do vereador Rafael Aguiar. 

Publicidade

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Monique Gonçalves.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

MEIO AMBIENTE

Audiência Pública discute expansão do estacionamento do Shopping Park Lagos

GRAN CINE BARDOT

Último fim de semana do Festival de Cinema Italiano em Búzios

ENSINO SUPERIOR

Chegada de universidades públicas pode colocar Cabo Frio na rota das cidades universitárias

FESTA DA PADROEIRA

Programação Popular da Festa da Padroeira começa nesta sexta-feira (12), em Cabo Frio

NEGÓCIOS E NETWORK

Associação de Hotéis de Cabo Frio prepara 4ª edição da feira de fornecedores da hotelaria e gastronomia

DESEMPREGO

Setor de petróleo e gás em Macaé perde quase 17 mil empregos entre 2014 e 2022