NOVEMBRO AZUL

10 atitudes gordofóbicas que você certamente conhece

Talvez nunca tenha percebido de verdade, e isso é reflexo de uma sociedade gordofóbica, que, mesmo nos meios mais diversos, o corpo gordo é tratado com preconceito e até aversão. Usar a #gordice, criticar a atrizes e cantoras quando elas aparecem maiores ou rejeitar um homem gordo nos aplicativos é comum até entre os amigos mais moderninhos. Muitas vezes isso passou despercebido pra você?

A jornalista *Flávia Durante fez uma lista de 10 atitudes gordofóbicas que as pessoas reproduzem diariamente sem perceber. Confira!

1) Tô enoooorme de gorda. Comi como uma baleia no Natal
Além de ser mentira, pois sua barriguinha não mexeu nem 2 cm, o termo é a forma mais manjada de animalização de pessoas gordas.

2) Vou comer esse bolo de chocolate inteirinho! #Gordice
Esse termo besta, comum nas legendas do Instagram, dá a entender que só os gordos comem sem parar e que vivem para isso. Pare de botar a culpa de tudo nos gordos, não temos nada a ver com a sua dieta!

3) Tenho “alma de gorda”
Pela milésima vez, gordo não é sentimento!

4) Minha marca faz moda consciente e diversa (mas só atende até o 40)
Se sua marca bacanuda e moderna em pleno 2018 só atende gente magra, está na hora de repensar seu conceito de diversidade.

5) Gosto de gordinhas, elas têm onde pegar
E desde quando o corpo das mulheres é feito para agradar aos homens?

6) Ser gordinha até tudo bem, mas DESSE TAMANHO aí já é demais, né?
Infelizmente, essa é uma frase lamentável, ouvida até entre as próprias gordas. Amiga, se você já foi oprimida pelas colegas que vestem 36, não faça o mesmo com mulheres que vestem acima do 54. Apontar o dedo é ridículo e falta de educação.

7) Emagreci porque tomei vergonha na cara
Quer dizer que quem é gordo não tem vergonha na cara?

8) Não é pela estética, você tem que emagrecer pela saúde
Não tem nada de errado em querer emagrecer, até mesmo pela estética, afinal “meu corpo, minhas regras” e cada um sabe o que faz de sua vida. Mas, ao afirmar que uma pessoa tem que emagrecer pela saúde, você está afirmando que todas as outras pessoas gordas são doentes, o que não é verdade.

9) Também sofri preconceito por ser magra
Todo mundo já sofreu bullying ou ouviu um xingamento em algum momento da vida. Mas o corpo magro ainda é o idealizado pela sociedade. Você não deixa de ser preterida em empregos, sua acessibilidade é plena no transporte coletivo e em lugares públicos, você dificilmente será rejeitada, até mesmo por planos de saúde, e não será excluída da moda, pelo contrário.

10) Como você é corajosa por usar um biquíni na praia
Vestir uma simples peça de roupa não deveria ser considerado um ato de coragem, concorda?

Se por acaso você já disse alguma dessas coisas, repense, peça desculpas e tente se reparar no futuro. Sempre há tempo!

*Flávia Durante, 41 anos, é jornalista, DJ e empresária nascida em São Paulo e criada em Santos. Desde 2012, produz o Pop Plus, feira de moda e cultura plus size que acontece quatro vezes por ano em São Paulo, com média de público de 12 mil pessoas por edição. Ao longo desses seis anos, tem desmistificado conceitos e conselhos que mulheres (e homens também) vêm ouvindo há décadas em relação à moda. Ela foi uma das convidadas do Banco do Brasil na Casa Tpm 2018, evento da Revista Tpm que debate as questões mais intrigantes do universo feminino.

Reprodução Mediun

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al