Força Tarefa demoliu construções ilegais em area ambiental em Búzios

A area do Parque Estadual da Costa do Sol, em Tucuns, é alvo de constantes tentativas de invasão

Na tarde da última sexta-feira (9) a Prefeitura de Búzios e o Ministério Público realizaram uma demolição na area do Parque Estadual da Costa do Sol, no bairro Tucuns.

Construção ilegal estava sendo construída em local reservado para uma praça

A area é alvo de constantes tentativas de invasão. O Guarda Ambiental, Marcelo Morel explica que “Todo o lado direito da estrada dos Tucuns, até a praia é parque. Há  casas existentes que estão lá antes do decreto  que limita o espaço urbano da area de proteção. Mas quem constrói após o decreto  pode perder por demolição judicial sem direito a indenização”.

A Casa construída dentro do parque vista de longe antes de ser demolida

E foi o que aconteceu nesta ocasião. Foi montada uma força tarefa para demolição de uma casa sendo erguida em uma praça pública projetada. De acordo com os agentes, o in.frator tem histórico de ameaças a comunidade, avisou que ia atirar, e ainda teria citado ter contatos com um vereador da cidade (não teve o nome informado)

A casa fotografa pelos agentes 

A secretaria de Segurança Pública foi acionada e enviou os agentes mais preparados. A equipe reforçada com o grupamento Pronta Resposta da Guarda Municipal (que tem licença para fazer uso de arma de baixa letalidade), Polícia Militar.

O muro foi impedido, as fundações arrancadas, e a praça devolvida a comunidade.

Ação semelhante a do final do ano passado na Rasa 

Na véspera do carnaval a mesma força tarefa repete a performance de antes do Natal no Mangue de Pedras, bairro Rasa. Os agentes esperam que as mesmas atividades ilegais tentem ser realizadas no feriado da Semana Santa.

Dois coelhos com uma cajadada só (Casa pertenceria ao chefe do tráfico)

A equipe de Força Tarefa que atuou na operação em Tucuns

No mesmo procedimento foi embargada uma construção ilegal dentro da mata, final da Rua do Bosque, e mais duas constatações para futuros procedimentos. A  construção seria do homem apontado como chefe do tráfico de drogas no bairro, “Russo”.

O Ministério Público, através da tutela coletiva,  já acumula mais de dez denúncias no local. Ainda de acordo com os agentes, na Rua do Bosque, palco de antiga disputa judicial,  tem outros moradores recentes tentando se instalar.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.