Marquinho Mendes não se apresenta para prestar depoimento à Polícia Federal

Um imprevisto familiar teria impedido o chefe do Executivo a comparecer na sede da PF, em Macaé

O Prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes, não compareceu à sede da Polícia Federal de Macaé, nesta quinta-feira, (14). A data foi estipulada para que o chefe do executivo prestasse alguns esclarecimentos sobre as irregularidades encontradas na Comsercaf, durante a operação Basura.

De acordo com a assessoria, um imprevisto familiar teria impedido que o prefeito comparecesse a Delegacia. Porém, seu advogado esteve no local para justificar sua ausência.

Sobre o depoimento – Marquinho Mendes foi intimado pela PF, no início desta semana. O intuito é coletar informações sobre as fraudes em contratos emergenciais da Comsercaf, autarquia de serviços de limpeza, alvos da Operação Basura, deflagrada na semana passada.

A operação da PF acabou na prisão de quatro pessoas e na condução coercitiva de outras 20, na terça-feira, dia 5. Entre os presos está o presidente da autarquia, Cláudio Moreira, e os dois empresários donos da empresa Prime, responsável pelo contrato com a Comsercaf. O grupo foi denunciado pelo MPRJ pela prática de crimes de organização criminosa, fraude em licitação e peculato. Além dos quatro que tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça, foram denunciados outros 12 envolvidos no esquema, entre servidores e laranjas.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.