Um campeão fora da vitrine

O Corinthians venceu o campeonato brasileiro de 2017

O Corinthians venceu o campeonato brasileiro de 2017! E foi pelo conjunto bem organizado e sereno em campo; aliado a isso tinha uma defesa sólida protegendo o gol de Cássio e um ataque que se não enchia os olhos dos expectadores com trocas de passes espetaculares era rápido e preciso: três toques e Jô aparecia na área para marcar.

Mas onde está esse campeão na vitrine do futebol brasileiro para o mundo? Talvez Tite leve o lateral Fágner para a Copa da Rússia, no entanto ele já não é mais um garoto. Jô, o artilheiro, quem sabe não vai para China e enriquece de uma vez. Sobrou então para o outro lateral: Guilherme Arana! De malas prontas para o Sevilla! Isso mesmo. Vai para a Espanha, no entanto sequer jogará no Atlético de Madrid (3ª força daquele futebol).

Ocorre que temos um campeão que só colocou um jogador na vitrine. Não quero dizer que o tamanho de um campeão se mede pelos jogadores que vende para clubes europeus de ponta. Chamo a atenção para a mediocridade do futebol jogado hoje dentro do Brasil. Talvez essa seja a prova cabal de que o futebol precisa ser visto como efetivamente é: um esporte coletivo. Porém eu não sei se é saudosismo ou vício mesmo, mas dá uma saudade de ver um craque fazer uma jogada genial e impossível! Sei que o Corinthians não tem outros jogadores para colocar na vitrine e os otimistas acham isso ótimo, pois a base estará mantida para 2018.

Bom para o Sevilla esse primo pobre do futebol espanhol de olho na grande Black friday oferecida pelo Brasileirão 2018! Que promoção!

Rafael Alvarenga é professor e cronista esportivo
Artigo de opinião.Não corresponde necessariamente a opinião do Prensa.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.