Marcel representará Macaé em audiência pública sobre Política de Conteúdo Local

Marcel Silvano com Lindberg Farias e lideres macaenses
Marcel Silvano com Lindbergh Farias e lideres macaenses

A convite da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, o vereador Marcel Silvano representa Macaé e região em discussão sobre a Política de Conteúdo Local na cadeia de Petróleo e Gás, que acontece nesta sexta-feira, 22, no Clube de Engenharia, no Rio de Janeiro.  A audiência, segundo informou Marcel, é fruto de um requerimento de autoria do senador e acontece num momento importante, em que a crise econômica e desemprego assombram o País.

O  Senador Lindbergh Farias, ressaltou que Macaé ocupa a primeira posição das cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), aponta que foram feitos mais de 26.142 desligamentos até julho de 2017, obtendo um saldo negativo de 7.974 postos de trabalho.

De acordo com Marcel, este fator está relacionado à queda na contratação do conteúdo local, devido à política adotada pelo governo Michel Temer. “ De 1999 até 2015, quando a política de conteúdo local exigia parcelas maiores, o número de trabalhadores empregados, por fornecedores de bens para o setor de petróleo e gás, saltou de 42 mil pra mais de 108 mil, um aumento de 160%. No mesmo período a produção industrial anual que tem consequência com a geração de mais emprego, passou de 22 bilhões para 63 bilhões. Só no setor do petróleo um crescimento real de 180%”, ressaltou.

 

Marcel informou que estará na audiência discutindo soluções para recuperar economia do município, bem como para o País. “Isso também é papel do parlamentar, de quem pensa Macaé e se preocupa com nossa população, de quem quer melhoria das nossas condições econômicas, políticas e sociais”, concluiu.

O objetivo é debater alternativas para retomada do crescimento econômico e geração de empregos.

DESEMPREGO – Macaé ocupa a primeira posição das cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), aponta que foram feitos mais de 26.142 desligamentos até julho de 2017, obtendo um saldo negativo de 7.974 postos de trabalho no mesmo período do ano anterior.

CONTEÚDO LOCAL – Várias empresas estrangeiras ja solicitaram isenção do cumprimento do conteúdo local e já tem contratado fornecedores estrangeiros para a os campos de petróleo.

A Statoil contratou a holandesa Heerema para construir plataforma no campo de Peregrino aqui, na Bacia de Campos.

A plataforma será feita em Vlissingen, na Holanda, iniciando em novembro com previsão de conclusão para 2019 e perfurações em 2020.
Produção de 250 milhões de barris até 2040.

PLATAFORMAS – A construção de plataformas gira em torno de 4,5 mil empregos diretos e indiretos. Nesse caso, deverão ser criados em outros paises.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.