Fundadores do Cheval Blanc homenageados do Festival Gastronômico

Paul e Pippa Blacpain serão homenageados pelo produtor Gil Castelo Branco na 16ª Edição do Festival Gastronômico de Búzios.

 

Pippa e Paul Blacpain já na pousada Fazendinha, que construíram após se desfazerem do Cheval Blanc
Pippa e Paul Blacpain já na pousada Fazendinha, que construíram após se desfazerem do Cheval Blanc

Paul e Pippa Blacpain serão homenageados pelo produtor Gil Castelo Branco na 16ª Edição do Festival Gastronômico de Búzios. Paul e Pippa foram os proprietários do lendário restaurante Cheval Blanc, que ficava na Rua das Pedras, e marcou a história do balneário ficando na memória de moradores e visitantes como o início da tradição gastronômica da cidade.

Paul, suíço de Freiburg, da tradicional família dos relógios Blacpain e da cerveja Cardinal, colecionou carros antigos de corrida e chegou em sexto lugar como piloto de formula 1 nos 500 Km de Interlagos (1972). Philippa (Pippa), inglesa de Bristol, filha única do presidente da Rolls-Royce na América Latina, estudou quando criança no colégio Chapeuzinho Vermelho, de Ipanema, no Rio, e em colégio internos da Inglaterra. Nos anos 80, em Búzios, se cruzaram num açougue, ela comprando osso para seus cães, ele filé mignon para os fregueses do Cheval. Ali começa a história…

Au Cheval Blanc - foto de alberto albernaz bon
Au Cheval Blanc – foto de alberto albernaz bon

Um dia, após alguns reencontros, Paul e Pippa se casaram e tiveram três filhos (hoje são também avós), e por duas décadas pilotaram com  talento o saudoso restaurante da Rua das Pedras, que nem era ainda tão famosa. No primeiro exemplar do não menos saudoso jornal O Perú Molhado um anúncio do Cheval Blanc precisava vir com uma pequena nota ao lado explicando como chegar ao local. “O centro era o bairro dos Ossos.”, contou Pippa.

Pelo Cheval passou, além dos veranistas ilustres da cidade, artistas de renome – tanto nacionais quanto internacionais, passaram  grande nomes da cultura e dos negócios tanto do Rio quanto de São Paulo, até o príncipe da Noruega esteve por duas vezes no estabelecimento.  Pippa conta que o segredo era atender a todos como se estivessem sendo recebidos como convidados. “A diferença era que se pagava uma conta ao final”, Paul lembra com bom humor.

E o mais importante? A Comida. Nas lembranças dos que estiveram por lá, e nos registros históricos só se encontram elogios. Naqueles anos o jornalista e crítico gastronômico Roberto Marinho de Azevedo, o Apicius, visitava restaurantes sem revelar sua identidade, e escrevia com propriedade e uma pena impiedosa. Era temido.

Mas sobre o Cheval Blanc escreveu assim, em 1980, no Jornal do Brasil: “Já o peixe au Cheval Blanc que Mile D. encomendou era de uma honestidade perfeita. Vinha com um molho de manteiga e um arroz e uma batata, que cada um merecia prêmio. E prêmio Grande. Pois era um peixe feito para ser comido com a língua, revirando-se ela com volúpias.”

Além do peixe e dos frutos do mar em geral, são muito lembrados os filés e outros pratos de carne que eram servidos por Paul e Pippa. Então, vindo desde 1979, durante bons anos reunindo fregueses e amigos em torno da boa mesa, das boas conversas e da boa música (em uma Búzios ainda sem boates Pippa cantava canções folk para os clientes) chegou o ano de 1993, Paul completou 50 anos. O casal sentiu que tinham completado uma espécie de missão, era a hora de passar adiante o restaurante e ir começar uma nova história. Após um ano sabático com os filhos na Europa retornaram para Búzios e montaram a não menos famosa pousada Fazendinha, mas essa história fica pra uma próxima vez.

 

Restaurante de filho e nora de Paul e Pippa está no Festival deste ano

A Moranguinha Au Cheval é o prato do Capim Limão na 16ª Edição do Festival gastronômico de Búzios
A Moranguinha Au Cheval é o prato do Capim Limão na 16ª Edição do Festival gastronômico de Búzios

Na edição deste ano, bem na parte da Rua das Pedras onde ficava o Cheval Blanc, Philippe e Patrícia( filho e nora dos fundadores do Cheval) estarão com a tenda do Capim Limão, o restaurante  que o Casal mantém em Manguinhos, na  Av. José Bento Ribeiro Dantas, 5400, loja 12( ao lado da Câmara de Vereadores).

É claro que Paul e Pippa são constantemente vistos  no Capim Limão, onde há um sistema bem legal de trabalho: você monta seu prato ideal, saudável e rico em vitaminas composto de 1 grelhado + 2 acompanhamentos + 1 molho. Tem conquistado o público a  comida de qualidade com preço justo em um ambiente aconchegante e atendimento personalizado.  Também faz sucesso os pratos para duas pessoas como as picanhas na chapa e o churrasco misto. Tem as sugestões do dia e para o lanche deliciosos sanduiches, quiche com salada além dos doces e o café expresso.  Também tem petiscos, cerveja gelada, drinks e taça de vinho. Bem, é um restaurante completo.

Para o Festival O Capim Limão preparou um prato todo especial: a Moranguinha Au Cheval: mini moranga recheada com carne seca cremosa, acompanhada de arroz de coco com castanha de caju e crispy de queijo coalho.

Depoimento de Gil Castelo Branco

gil_castelo_branco_-_divulga“Há muito tempo que eu queria homenagear o casal Paul e Pippa Blacpain e o saudoso Cheval Blanc. O Festival Gastronômico de Búzios chega a sua 16ª edição e senti que essa era a hora, homenagear esse casal que faz parte da história da cidade e que fez a história gastronômica de Búzios. Vamos entregar a eles o certificado de excelência do Festival, que damos aos restaurantes escolhidos pelos chefs convidados. É um reconhecimento do Festival pela contribuição que deram a cidade na construção desse maravilhoso atrativo turístico que é a gastronomia.” 

Festival Gastronômico de Búzios premia restaurantes com selo de qualidade

Leia também Mais do autor

1 comentário

  1. Carlos coeli conhecido como xis Diz

    Curti está época dourada de búzios na ocasião estava com o delicatessen bar que fez sussesso com seus chanduiches no pão árabe e depois se esticafa até o casteja tudo nos ossos e durante o dia não menos famoso o bar da corrente época boa que não volta mais

Comentários estão fechados.