Bimba e Daniel confirmam participação no Brasileiro de Raceboard na Bahia

bibinha

Aos 16 anos e filho legítimo de Búzios, Daniel parte para a disputa em dezembro próximo, do Mundial da Juventude que será disputado na Nova Zelândia

Por Gustavo Henrique Medeiros

Enquanto as competições não acontecem, o velejador olímpico da classe RS-X , Ricardo Winicki Santos, o Bimba, 36 anos, com a participação em cinco olimpíadas e dono de 22 títulos nacionais em 21 anos de vela, se dedica, integralmente, a sua Escola de WindSurf e Kite Surf em Manguinhos, no Búzios Vela Clube. Ele também está focado, nos treinamentos do também velejador Daniel Rocha Pereira, de 16 anos, filho legítimo de Búzios, que vai disputar em dezembro próximo, pela segunda vez, o Campeonato Mundial da Juventude de Vela, que será disputada na Nova Zelândia. Bimba conseguiu através de seu patrocinador, a Bauerfeind, fabricante de meias de compressão, cinta lombar, joelheiras e tornozeleiras de marca alemã top no mundo, que Daniel Pereira participe também, do  Campeonato Brasileiro RS-X, de 1 a 4 de dezembro, em Salvador, na Bahia.

Bimba é o único brasileiro na história,  com duas medalhas de ouro no Mundial da Juventude. Já Daniel, com apenas 14 anos, venceu o Sul-americano da modalidade,  dois campeonatos brasileiros e viajou pelo Brasil, Argentina e China.  É uma grande promessa do esporte brasileiro.  Como ficou entre os 10 primeiros nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro,  Bimba está automaticamente na equipe olímpica  para a disputa do Pré-Olímpico, para os Jogos Olímpicos de Tokio,  em 2020:

– Quero me dedicar o máximo de tempo neste verão na minha Escola de WindSurf, treinamentos e competições que vão surgir. A grande verdade, que está difícil de ficar longe  delas. A Copa do Mundo de Vela começa em janeiro  de 2017, em Maimi. Dificilmente eu vou,  em virtude da crise que o Brasil vive. Foi investido muito dinheiro nos Jogos Olímpicos 2016 e pra mim, não fará muita diferença. Porém, estou dentro do Pré-Olímpico Nacional em fevereiro de 2017, que vai definir a equipe olímpica – comentou Bimba, que pretende em sua Escola, além das aulas, formar grande velejadores buzianos para competições no Brasil e no exterior através de seu projeto social.

DANIEL: UM TALENTO BUZIANO DA VELA

Daniel Rocha Pereira é o segundo de três irmãos. De família humilde – o pai tem uma loja de consertos de bicicleta em Manguinhos e a mãe é dona de casa, estuda no Instituto Federal Fluminense de Educação, Ciência e Tecnologia ( IFF ) , onde curso o segundo ano técnico em petróleo e gás. A aproximação de sua casa com o Búzios Vela Club ( BVC ),em Manguinhos,  fundado em 1999, somado aos incentivos da família;  do primo Albert Carvalho Lopes; Pedro Bulhões ( Chorão );  e Bimba, fizeram com que Daniel começasse a praticar o esporte aos oito anos de idade:

– Sou um apaixonado pelo mar. Meu primo sempre me levava para o Club de Vela. Bimba promoveu uma seletiva, obtive bom desempenho e fui convidado para esse brilhante projeto social dele. Não posso deixar também de citar, o carinho do Búzios Vela Clube que me recebeu de braços abertos. Estou hiper animado. Muito feliz. Só pelo fato de poder viajar com o meu grande ídolo, o Bimba,  e competir com ele já faz uma enorme diferença. Afinal, estou tendo total atenção de um velejador medalhista olímpico e uma pessoa incrível que merece também todos os créditos – confessou Daniel.

De acordo com Bimba. O Mundial da Juventude reúne mais de 3.500 atletas:

– O Daniel progrediu bastante. Está treinando muito e se ele ficar entre os 10 primeiros  será um excelente resultado.  Sempre digo que não importa o primeiro, segundo,terceiro ou quarto lugares. O importante é ter chegado lá e colocar na competição tudo que aprendeu e se dedicou para tal conquista – finalizou Bimba.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.